Notícias » Alemanha

Após evitar falar sobre o assunto durante anos, Angela Merkel se assume feminista: ‘Todos devemos ser’

A chanceler da Alemanha está prestes a deixar o cargo

Penélope Coelho Publicado em 10/09/2021, às 11h21

Angela Merkel, em evento no dia 08/09/2021
Angela Merkel, em evento no dia 08/09/2021 - Getty Images

Na última quarta-feira, 8, a chanceler federal da Alemanha, Angela Merkel, se declarou feminista pela primeira vez, após anos hesitando em tomar um posicionamento sobre o assunto. As informações foram publicadas pela Deutsche Welle.

Sabe-se que no atual momento, Merkel está se despedindo do cargo, após 16 anos como chefe do governo alemão. As eleições no país irão acontecer em 26 de setembro.

Em  evento realizado na cidade de Düsseldorf, Angela esteve ao lado da escritora Chimamanda Ngozi Adichie, que fala abertamente sobre o feminismo em suas obras. Na ocasião, a alemã falou pela primeira vez sobre o assunto e explicou sua antiga postura reticente. A fala da política foi recebida com muitas palmas pela plateia.

"Essencialmente, [o feminismo] trata do fato de que homens e mulheres são iguais, no sentido de participação na sociedade e na vida em geral. E, nesse sentido, posso dizer: sim, sou feminista", afirmou Merkel.

"Eu preciso dizer que eu era mais tímida naquela época, mas eu refleti muito. E acho que, nesse sentido, todos devemos ser feministas", continuou.

Confira o vídeo do evento.