Notícias » Brasil

Após flagrar padre, mulher é presa por extorqui-lo em 20 mil reais

O caso aconteceu na cidade de Catanduva

Fabio Previdelli Publicado em 04/11/2021, às 11h59

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Pixabay

Um padre foi vítima de extorsão na cidade de Catanduva, no interior de São Paulo. O caso foi denunciado à polícia em setembro deste ano. Tudo começou, em meados de junho, depois de uma mulher, de 27 anos, ter flagrado o religioso tendo conversas íntimas com seu marido.

Com isso, ela começou a exigir que o padre lhe pagasse 3 mil reais para que se mantivesse em silêncio. O religioso concordou com o valor e chegou a depositá-lo, mas as ameaças não pararam. A mulher, agora, passou a cobrar R$20 mil para que a história não caísse no conhecimento popular, segundo revela reportagem da TV Tem. 

A princípio ela exigia que a vítima [padre] passasse um Pix de tal valor a ela, mas como a vítima disse que não possuía tal recurso de transferência, ela disse, via WhatsApp, que pegaria o dinheiro direto com a vítima", aponta o boletim de ocorrência do caso. 

Acuado e sem dinheiro para pagá-la, o padre denunciou o crime às autoridades. Os policiais, então, articularam um esquema e a mulher foi presa em flagrante. Após ter confessado os crimes, ela foi levada até a cadeia de Catanduva.

Entretanto, no dia seguinte, acabou sendo solta após a Justiça lhe conceder liberdade provisória. Além de não poder manter contato com o religioso, a mulher terá que se apresentar mensalmente ao Fórum da cidade.