Notícias » Brasil

Após fortes temporais, cidade de Muriaé vive infestação de baratas

As chuvas que deixaram dois mortos e quase mil desabrigados ainda causam estragos na região de Minas Gerais

Alana Sousa Publicado em 06/01/2021, às 11h30

Cena do vídeo em que mostra a multidão de baratas em um corrimão
Cena do vídeo em que mostra a multidão de baratas em um corrimão - Divulgação/Twitter

Após fortes chuvas no último final de semana em Muriaé, Minas Gerais, a cidade agora sofre com uma situação desesperadora. Com o aumento da água e as enchentes, a região está vivendo uma infestação de baratas. A informação foi divulgada pelo portal G1.

Os temporais deixaram duas pessoas mortais e cerca de 800 desabrigadas. Entretanto, os estragos continuam. Um vídeo que está circulando nas redes sociais mostra a realidade de quem vivem próximo ao rio Muriaé, com centenas — talvez milhares — de insetos buscando abrigos em terra firme.

Em entrevista ao G1, o biólogo Samuel Lima, mestrando em Biodiversidade e Conservação da Natureza pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), explicou que a grande quantidade de água pode ter atingido o local onde as baratas estavam, fazendo com que elas procurassem se salvar em espaços próximos às residências.

Além de alegar que isso também pode acontecer com outros bichos, como os ratos, o especialista diz que o caso “acaba confluindo com a época de reprodução delas, que é geralmente a época quente. Com o aumento de chuvas, ocorrem as enchentes e o acumulo de lixo, que facilita o aparecimento”.