Notícias » Família Real Britânica

Após internação, Príncipe Philip é transferido de hospital, confirma Palácio de Buckingham

Apesar da mudança, marido de Elizabeth II já tem data para receber alta

Fabio Previdelli Publicado em 01/03/2021, às 14h22

Fotografia de príncipe Philip
Fotografia de príncipe Philip - Getty Images

Segundo informações confirmadas pela AFP junto ao Palácio de Buckingham, o príncipe Philip, marido de Elizabeth II, foi transferido do hospital King Edward VII, em Londres, para outro centro médico da capital: o hospital São Bartolomeu.  

No São Bartolomeu, ele continuará um tratamento contra um quadro de infecção sanguínea, o que motivou seu internamento no último dia 17. Além disso, ele também passou por testes que avaliarão a condição de um problema cardíaco, que ele já apresentava antes de ser internado.  

Philip deverá permanecer internado até o final de semana. Apesar disso, o palácio de Buckingham informou que o Duque de Edimburgo está bem e responde positivamente ao tratamento que foi submetido.  

A internação

De acordo coma BBC internacional, com informações do Palácio de Buckingham, o duque de Edimburgo foi hospitalizado “como medida de precaução”, quando não se sentiu bem.

O comunicado explica que o marido da monarca foi levado até o Hospital King Edward VII localizado em Londres. A BBC também relata que, segundo uma fonte do palácio, Philip foi até a Instituição de carro, sendo internado por precaução após seguir orientações de seu médico.

Além disso, a fonte também revelou que o pai de Charles não se sentia bem há alguns dias.

Também foi revelado que Philip poderia permanecer no hospital durante alguns dias para observação e descanso. Enquanto isso, a rainha permanece no Castelo de Windsor, onde os pombinhos estão acomodados durante a pandemia do novo coronavírus.

Sobre o marido de Elizabeth II

Philip e Elizabeth se conheceram em 1939, durante uma visita dos Windsor a Real Escola Naval de Dartmouth, onde o jovem príncipe atuava.

Após um pedido de Elizabeth, a rainha-mãe, e do Lorde Louis Mountbatten, o marinheiro acompanhou suas primas de terceiro grau, as princesas Elizabeth e Margaret durante toda sua permanência.

A futura monarca, de apenas 13 anos na época, e o príncipe, de 18, acabaram se apaixonando e começaram a trocar correspondências. Ele pediu sua mão em casamento em 1946. A cerimônia que oficializou a união do casal real, ocorreu em 20 de novembro de 1947.