Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Hitler

Após ler Hitler, homem faz ofensas racistas e homofóbicas: ‘Quem gosta de macaco é zoológico’

Homem lia “Minha Luta” em biblioteca na capital paulista e foi preso em flagrante; veja vídeo

Redação Publicado em 03/08/2022, às 10h31

Local onde ocorreu o crime, na Biblioteca Mário de Andrade, em SP - Divulgação/Biblioteca Mário de Andrade
Local onde ocorreu o crime, na Biblioteca Mário de Andrade, em SP - Divulgação/Biblioteca Mário de Andrade

Um homem que estava lendo “Minha Luta”, de Adolf Hitler, foi preso em flagrante na Biblioteca Mário de Andrade, no bairro da República, em São Paulo, após proferir ofensas racistas e homofóbicas na manhã de ontem, 2.

Um vídeo do momento em que o sujeito, de 39 anos, faz as declarações circula nas redes sociais e registra como ele admitiu que é racista. “Eu não gosto de negro, a cultura deles é uma bosta”, afirmou.

Outras falas de mesmo tom extremamente racista incluem “quem gosta de macaco é zoológico”, além de “se prestassem, eles [os negros] não eram discriminados pela sociedade”.

Segundo reportou a CNN Brasil, a Polícia Civil informou que os ataques foram destinados a uma mulher, de 39 anos, e uma idosa, de 66, que estavam na biblioteca naquele momento. O homem também discutiu com o responsável pela gravação.

Preso em flagrante

As autoridades declararam que o caso foi registrado como injúria e preconceitos de raça ou de cor (praticar a discriminação) pelo 2º Distrito Policial do Bom Retiro e que o homem foi detido imediatamente após o ato, estando à disposição da Justiça.


++O site Aventuras na História está no Helo! Não fique de fora e siga agora mesmo para acessar os principais assuntos do momento e reportagens especiais. Clique aqui para seguir!