Notícias » Família Real Britânica

Após morte de príncipe Philip, Harry deve retornar ao Reino Unido antes do previsto

De acordo com mídia britânica, o neto do Duque de Edimburgo planeja demonstrar apoio à família

Penélope Coelho Publicado em 10/04/2021, às 07h37

Harry e o avô, em 2015
Harry e o avô, em 2015 - Getty Images

De acordo com uma reportagem publicada pelo jornal britânico Daily Mail, o príncipe Harry deve antecipar sua ida ao Reino Unido após a morte do avô. Na última sexta-feira, 9, o príncipe Philip, de 99 anos, faleceu no Castelo de Windsor. As informações são do jornal O Globo.

Segundo revelado na publicação, fontes próximas a Harry afirmaram que o príncipe deseja demonstrar apoio para sua família nesse momento de luto. O filho de Charles e Lady Di atualmente mora nos Estados Unidos e só voltaria para o Reino Unido em junho, para a inauguração de uma estátua em homenagem à mãe. Mas, de acordo com a reportagem, os planos mudaram.

"Harry fará todo o possível para voltar ao Reino Unido e ficar com sua família. Ele não vai querer nada mais do que estar lá para sua família, e particularmente sua avó, durante este período terrível", revelou a fonte.

Entretanto, a ida de Meghan Markle junto com seu marido ainda é incerta: "Meghan está grávida, então ela vai seguir o conselho de seus médicos sobre se é seguro para ela viajar, mas eu acho que Harry definitivamente irá".

Sabe-se que os Sussex deram uma polêmica entrevista para Oprah Winfrey em março deste ano, na época em que Philip ainda estava internado. De acordo com o jornal, houve um pedido para que a conversa fosse adiada para que as condições de saúde do Duque de Edimburgo fossem respeitadas, contudo, a entrevista aconteceu. Por isso, não se sabe como será a recepção da Família Real para a chegada de Harry ao Reino Unido.  

No site oficial da instituição de Harry e Meghan, o casal homenageou príncipe Philip com a seguinte mensagem: "Em amorosa memória de Sua Alteza Real, o Duque de Edimburgo [...] Obrigado pelo seu serviço... sentiremos muito sua falta".

Mensagem deixada no site da instituição Archewell / Crédito: Divulgação/Archewell

 

Sobre Philip

Nascido em 10 de junho de 1921, o PríncipePhilip da Grécia e da Dinamarca, teve uma infância errante e conturbada, na juventude, ele descobriu sua vocação quando entrou para a Marinha britânica.

O homem se casou com a então princesa Elizabeth em 1947, na ocasião, continuou seu trabalho como militar, mas, renunciou ao cargo após a esposa assumir o trono britânico, em 1952. O relacionamento rendeu quatro filhos: Charles, Anne, Andrew e Edward. Philip tinha oito netos e iria completar 100 anos em junho.