Notícias » Estados Unidos

Após dois anos sumido, assaltante de bancos volta a perturbar o FBI

O criminoso conhecido por usar acessórios de Halloween durante os roubos é procurado há 11 anos

Redação Publicado em 04/12/2020, às 12h22

imagem do criminoso durante um assalto
imagem do criminoso durante um assalto - Divulgação/FBI

De acordo com informações publicadas na última quinta-feira, 3, pelo portal de notícias UOL, um assaltante de bancos procurado pelo FBI há 11 anos voltou a cometer crimes em 2020, após um intervalo de dois anos sem agir.

Segundo revelado na publicação, o criminoso é conhecido como ‘Bandido Muito Alto’, acredita-se que ele tenha 1 metro e 80 e pese 113 quilos. O homem comete assaltos desde 2009 e sempre costuma usar um acessório de Halloween com aparência macabra para cobrir seu rosto durante os crimes.

No final de novembro, o ‘Bandido Muito Alto’ assaltou um banco na Carolina do Norte, usando uma máscara assustadora. Pelo que se sabe o criminoso já assaltou 16 bancos e uma farmácia no país.

Os policiais não encontraram um motivo que explique o hiato do homem durante dois anos, porém, trabalham com a hipótese de que ele tenha ficado preso nesse período. Em 2018, o FBI anunciou uma recompensa de US$ 15 mil dólares (cerca de R$ 77 mil reais na conversão atual da moeda), por informações sobre o bandido, mas, até o momento, não há nenhuma pista sobre ele.

Sobre o FBI

A Federal Bureau of Investigation (FBI) é uma agência governamental dos Estados Unidos criada para amparar a lei através da investigação de crimes que violam as leis do código penal federal dos EUA.

O órgão faz o serviço de investigação e também o serviço inteligência interno e foi criado em 26 de julho de 1908 pelo promotor público Charles Joseph Bonaparte, a instituição é considerada até hoje a maior agência policial do mundo.