Notícias » Ásia

Após perseguição, veículo pró-democracia fecha em Hong Kong

"Temos que garantir primeiro que todos no barco estejam seguros", declararam os donos do portal Citizen News

Fabio Previdelli Publicado em 03/01/2022, às 16h00

Homepage do portal Citizen News
Homepage do portal Citizen News - Aventuras na História

Nesta segunda-feira, 3, o portal Citizen News, veículo independente com sede em Hong Kong, anunciou o encerramento de suas atividades. Em nota oficial, os donos do veículo afirmaram que o fechamento do site aconteceu em meio “ao clima de deterioração da mídia” no território.

Além do mais, a necessidade de “garantir a segurança de todos os funcionários” foi outro ponto crucial para a decisão. O Citizen News começou suas atividades em 2017 e era um dos poucos que fornecia notícias pró-democracia, e contra Pequim, em língua chinesa. 

Infelizmente, as rápidas mudanças e o agravamento do ambiente para a mídia nos tornam incapazes de alcançar nosso objetivo de informar sem medo. E, em meio a essa crise, nós temos que garantir primeiro que todos no barco estejam seguros", diz a nota. 

A ‘perseguição’ contra veículos noticiosos em Hong Kong vem se agravando nos últimos meses. Na semana passada, por exemplo, como aponta matéria da agência ANSA, o portal Stand News foi alvo de uma operação policial que culminou com a apreensão de seis profissionais do veículo.

Em junho de 2021, uma lei de segurança nacional foi aprovada em Hong Kong. Tal legislação permite que o governo controle qualquer manifestação pró-democracia, reclassificando esses atos como “crimes” de secessão e terorrismo.

Desde então, a mídia local segue sendo alvo de um extremo controle. O maior veículo independente do país, o Apple Daily, inclusive, também fechou as portas após os diretores do portal terem sido alvos de inúmeras ações policiais, conforme divulgou a equipe do site da Aventuras na História.