Notícias » China

Após prejuízo milionário, elefantes começam a voltar para casa na China

A manada, composta por 14 indivíduos, encontra-se próxima à reserva natural de onde saiu há 17 meses

Giovanna Gomes sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 11/08/2021, às 10h19

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Getty Images

Há mais de um ano, uma manada de elefantes embarcou em uma longa viagem pela China. Desde então os animais percorreram cerca de 500 km, destruindo plantações e gerando um prejuízo milionário. Agora, conforme informou o UOL, eles foram vistos voltando para seu local de origem.

O grupo, composto por 14 indivíduos, cruzou o rio Yuanjiang na noite do último domingo, 8, e seguiu para o sul, em direção à reserva de onde saíram, segundo disseram autoridades a jornalistas na segunda-feira. A Reserva Natural de Mengyangzi, como é chamada, fica na Prefeitura Autônoma de Xishuangbanna Dai, na região sul do país asiático.

Os mamíferos começaram a intensa jornada há 17 meses, surpreendendo autoridades, que ainda não sabem o que motivou a viagem. Eles atravessaram a China, passando por inúmeras localidades e, quando chegaram às proximidades de Kunming, decidiram voltar para casa.

De acordo com a imprensa chinesa, um comitê de emergência foi criado para monitorar os elefantes em seu retorno. Entre as estratégias utilizadas estão a criação de estradas artificiais e o uso de cercas elétricas e iscas para conduzi-los.

Wan Yong, quem chefia a equipe, declarou em entrevista que a rota de migração foi "cientificamente planejada" e que o comitê "se esforçará para permitir que os elefantes retornem ao seu habitat o mais rápido possível e prosperem".