Notícias » França

Após proferir insultos racistas, Brigitte Bardot é condenada a pagar multa de R$ 128 mil

O caso aconteceu na França e gerou indignação

Penélope Coelho Publicado em 05/11/2021, às 09h36

Imagem ilustrativa de quadro de Brigitte Bardot
Imagem ilustrativa de quadro de Brigitte Bardot - Getty Images

Na última quinta-feira, 4, a atriz francesa Brigitte Bardot — considerada sex symbol nas décadas de 1950 e 1960 — foi condenada na França por ter proferido insultos racistas.

O caso aconteceu após Brigitte chamar os moradores da ilha da Reunião, na França, Oceano Índico, de nativos que "preservaram seus genes selvagens". O caso gerou indignação.

De acordo com informações da agência de notícias RFI, as autoridades francesas condenaram a artista de 87 anos a pagar uma multa de 20 mil euros, cerca de R$ 128 mil.

Seu assessor de imprensa, Bruno Jacquelin, também deverá pagar 4 mil euros — aproximadamente R$ 25 mil — por cumplicidade.

Em uma carta escrita em 2019, Bardot — conhecida por defender os animais — escreveu uma carta para o então delegado do governo da região, para denunciar a "barbárie dos habitantes com os animais".

"Os nativos mantiveram seus genes selvagens", escreveu a atriz.

Que continuou o texto comparando a região com "a ilha do diabo", afirmando que a "população degenerada" ainda está "imbuída" de "tradições bárbaras”.