Notícias » Brasil

Após professor ser demitido por exibir vídeo com temática gay, Criciúma terá parada LGBTQIA+

O ato é promovido pelo rapper Criolo, que fez o convite através das redes sociais

Redação Publicado em 27/08/2021, às 18h57

Imagem meramente ilustrativa
Imagem meramente ilustrativa - Imagem de gagnonm1993 por Pixabay

O site Aventuras na História noticiou um episódio lamentável ocorrido em Criciúma, Santa Catarina, na última terça-feira, 25.

Isso porque o prefeito local, Clésio Salvaro (do PSDB), anunciou que um professor da rede municipal foi demitido por exibir o vídeo do rapper Criolo da música 'Etéro' para alunos que tem a faixa etária entre 14 e 15 anos.

Sem maiores explicações, Clésio disse nas redes sociais que o episódio não seria permitido ou tolerado.

"Expôs um vídeo erotizado, de forma inapropriada para os alunos da rede pública municipal. Nós não permitimos, nós não toleramos. Está demitido esse, sei lá, esse profissional. Nas escolas do município, enquanto eu estiver aqui de plantão, isto não vai acontecer, este tipo de atitude. Essa 'viadagem' na sala de aula, nós não concordamos", disse ele. 

Após o episódio que gerou indignação entre internautas, Criolo convocou uma parada LGBTQIA+ na cidade.

Através de uma foto onde aparece segurando uma placa, o artista pediu que as pessoas compareceram ao evento no sábado, 28, com 1kg de alimento não perecível, que será doado. O evento acontecerá a partir das 14h.