Notícias » Brasil

Após recomendação médica, Michelle Bolsonaro toma vacina contra Covid-19 antes de retornar ao Brasil

A primeira-dama integrou a comitiva do presidente em Nova York

Redação Publicado em 25/09/2021, às 11h58

Michelle Bolsonaro e Jair Bolsonaro
Michelle Bolsonaro e Jair Bolsonaro - Getty Images

Na noite da última sexta-feira, 24, o governo do presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (sem partido), publicou um anúncio informando que a primeira-dama,Michelle Bolsonaro, de 39 anos, se vacinou contra a Covid-19 nos Estados Unidos. As informações são do UOL.

A primeira-dama fazia parte da comitiva de Bolsonaro, que foi a Nova York para discursar na abertura da Assembleia Geral da ONU. Segundo revelado na nota, Michelle decidiu se vacinar antes de retornar ao Brasil, por recomendação de um médico.

“Antes de retornar ao país, [Michelle Bolsonaro] submeteu-se ao teste de PCR, obrigatório para autorização de embarque e, durante a realização da testagem, a Primeira-Dama foi indagada pelo médico se ela gostaria de aproveitar a oportunidade para ser vacinada. Como já pensava em receber o imunizante, resolveu aceitar”, revelou o comunicado.

Sabe-se que conforme o cronograma de vacinação do país, Michelle já deveria ter recebido o imunizante contra o novo coronavírus no mês de julho, por sua faixa etária.

Durante a realização de sua live semanal, o presidente do Brasil confirmou a informação a respeito de sua esposa e falou sobre o assunto. Bolsonaro, de 66 anos, não tomou a vacina contra a Covid.

"Olha o que aconteceu com minha esposa agora nos Estados Unidos. Veio conversar comigo: 'Tomo ou não tomo a vacina?'. Dei minha opinião, não vou falar aqui qual foi. Ela tomou a vacina. É maior de idade, tem 39 anos, e sabe o que faz", afirmou Bolsonaro.

Sabe-se que o deputadoEduardo Bolsonaro e o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também integravam a comitiva do presidente nos EUA, ambos testaram positivo para o vírus.