Notícias » Brasil

Após sequestrar o filho na Argentina e parar no Rio de Janeiro, homem é investigado pela PF

Australiano estava com a ex-mulher na Argentina, quando sumiu repentinamente com a criança

Caio Tortamano Publicado em 09/09/2020, às 17h31

Imagem ilustrativa de um ursinho rasgado
Imagem ilustrativa de um ursinho rasgado - Pixabay

No Rio de Janeiro, a Procuradoria Geral da República solicitou a Polícia Federal para que fosse apurado um caso de sequestro envolvendo uma criança de apenas quatro anos. O sequestrador em questão é ninguém menos que seu pai, Mark Edward Mills, um australiano de 42 anos, que trouxe a criança até o Brasil pela Argentina, onde a mãe da criança mora.

Resta aos policiais interrogar Mills para colher seu depoimento, a fim de tomar as medidas necessárias para que a saída dele do país não seja possível. O australiano foi levado à uma delegacia no último domingo, 6, mas foi liberado logo em seguida por falta de mandado de prisão internacional.

O homem estava em Buenos Aires, lugar onde sua ex-mulher e filhos moram, e, depois de ter dito que somente passaria o dia com o filho, fugiu para o Brasil na companhia do menor. A polícia civil, que iniciou a investigação, afirmou que o mesmo iria se apresentar para a Polícia Federal. De acordo com o jornal O Globo, a PF afirmou que iria deportar o australiano no caso da permanência dele no país de forma ilegal.

A imprensa argentina afirmou que o homem teria ameaçado a mãe de seu filho, dizendo que somente veria de novo a criança caso fosse transferida a guarda do menino para ele. O garoto de apenas 4 anos foi enviado para o Conselho Tutelar enquanto aguarda o Consulado da Argentina repatriar o sequestrado.