Notícias » Estados Unidos

Após ser acusada de abuso sexual, professora tenta contatar vítima nos EUA

Lisa DeFluri, de 31 anos, responde por dez acusações de violência sexual contra uma jovem de 18 anos

Alana Sousa Publicado em 19/04/2021, às 13h00

Imagem meramente ilustrativa de uma sala de aula
Imagem meramente ilustrativa de uma sala de aula - Divulgação/Pixabay

Uma professora do estado de Oregon, nos Estados Unidos, foi detida pela segunda vez em menos de um ano após tentar contatar uma vítima que havia lhe acusado de abuso sexual. Lisa DeFluri, de 31 anos, responde por crimes de violência sexual contra uma jovem de 18 anos, conforme noticiou o portal UOL. 

A mulher será levada a julgamento por dez acusações de abuso sexual, que incluiu sexo oral na estudante que fez a denúncia. Afastada desde dezembro de 2020, quando os primeiros relatos vieram à tona, Lisa comparecerá nesta segunda-feira, 19, no tribunal por tentar fazer contato com a adolescente abusada, segundo informou o site KEZI.

Ainda que afirme que a relação era consensual, a Justiça determinou que o limite entre professor e estudante foi ultrapassado, e como a jovem era menor de idade, não há possibilidade de alegar consentimento. 

DeFluri teve sua prisão decretada no início de dezembro do ano passado, e suas aulas de matemática e basquete foram suspensas. Com os novos acontecimentos, não se sabe se sua prisão será prorrogada; ela já cumpria pena na penitenciária Lane County.