Notícias » Bélgica

Após ser danificada, estátua de Leopoldo II será removida na Bélgica

Leopoldo ficou marcado na história como um dos responsáveis pelos horrores vividos no Congo Belga

Caio Tortamano Publicado em 09/06/2020, às 15h44

Estátua vandalizada de Leopoldo II
Estátua vandalizada de Leopoldo II - Divulgação

Depois de ter sido vandalizada em protestos, uma estátua do rei Leopoldo II foi retirada na cidade de Antuérpia, na Bélgica. A ação ocorreu em meio a protestos antirracistas que se espalharam no mundo todo depois da brutal morte de George Floyd, um ex-segurança negro que foi asfixiado por um policial no meio da rua.

A estátua será retirada para passar por restaurações no Museu de Escultura ao Ar Livre de Middelheim, tendo como destino provável a coleção do museu. Isso provavelmente irá acontecer diante de uma reforma prevista para 2023 que será realizada em seu local original.

Leopoldo é uma figura histórica controversa. Frequentemente relacionado ao período em que colonizou o Congo Belga, foi responsável por diversos horrores a população. Um abaixo assinado recente pediu que todas as estátuas do sanguinário fossem retiradas dos espaços públicos de Bruxelas.

Um episódio semelhante ocorreu na Inglaterra, na cidade de Bristol. Manifestantes derrubaram uma estátua de cobre do comerciante Edward Colston, que, entre outros negócios, comercializou a ida de mais de 80 mil escravos para a América.