Notícias » Brasil

Após ventania, Estátua da Liberdade da Havan é destruída no Rio Grande do Sul

Fortes ventos de 75km/h derrubaram o monumento da rede de Luciano Hang, causando reações diversas nos internautas

Alana Sousa Publicado em 25/05/2021, às 11h30

Cena compartilhada no Twitter da estátua destruída
Cena compartilhada no Twitter da estátua destruída - Divulgação/Twitter/Jornal NH

Uma forte ventania na última segunda-feira, 24, causou estragos no Litoral Norte do Rio Grande do Sul. Uma réplica da Estátua da Liberdade, símbolo da loja Havan, foi destruída em Capão da Canoa. Segundo meteorologistas da Somar, a região registrou ventos de até 75km/h, ainda assim, não houve feridos.

Um vídeo de passageiros em um automóvel, que flagraram o momento, viralizou nas redes sociais, instigando internautas e causando alvoroço no Twitter. Grande parte dos comentários irônicos é voltada ao dono da Havan, o polêmicoLuciano Hang.

De acordo com a Havan, a estátua tinha 20 metros de altura e pesava 3,6 toneladas. O objeto caiu de cima de sua base de 10 metros. Conforme comunicou a rede varejista, a peça foi realocada e passará por um trabalho de restauração.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 7h30 da manhã do dia 24, mas a retirada da estátua levou algumas horas devido a sua magnitude. Além do monumento, quase 60 mil pessoas ficaram sem energia elétrica por conta da ventania.