Notícias » Artes

Argentina: Morre Quino, cartunista criador de Mafalda, aos 88 anos

De altíssima popularidade durante as décadas de 70 e 80 na América Latina, a criação chegou a fazer parte do pôster da UNICEF

Wallacy Ferrari Publicado em 30/09/2020, às 12h32

Quino segura esboço de Mafalda em cartolina
Quino segura esboço de Mafalda em cartolina - Divulgação/Facebook/muitomaisgeografia/17.06.2020

O cartunista Joaquín Salvador Lavado, popularmente conhecido como Quino, morreu aos 88 anos de idade em Mendoza, na Argentina. A informação foi confirmada pelo editor de suas charges, Daniel Divinsky, pelo Twitter. O autor morava na cidade desde o falecimento de sua esposa, em 2017, mas a causa da morte não foi divulgada pelos familiares.

Quino foi o criador da personagem Mafalda, uma menina espertinha que costuma comentar problemas cotidianos, como a sociedade, a política e atualidades, sempre dando um pitaco de bom humor. As tirinhas da garotinha foram as mais traduzidas da língua espanhola.

A personagem, criada em 1962, havia sido rejeitada em uma propaganda publicitária por diversos jornais, mas foi retomada em 1964 para fazer parte da sessão de quadrinhos do jornal Primera Plana. Da publicação em diante, o sucesso emergiu, sendo traduzida em diversas línguas europeias, bem como em chinês tradicional e simplificado.

Diferente dos desenhos de Maurício de Souza no Brasil, Quino foi ferrenho defensor de sua obra para que a mesma não fosse adaptada em outros produtos comercialmente, como filmes ou adaptações live-action. Mesmo assim, a personagem ainda protagonizou um filme de sucesso em 1982.