Notícias » Curiosidades

Argentino morre após ser atingido por celular no rosto durante briga com namorada

Jovem de 22 anos que atirou o aparelho está sendo acusada de homicídio

Isabela Barreiros, sob supervisão de Penélope Coelho Publicado em 25/09/2021, às 12h05

Imagem ilustrativa de celular quebrado
Imagem ilustrativa de celular quebrado - Pixabay/VIJENDRAKUSHWAH

Um caso que aconteceu no município de Cafayate, na província de Salta, Argentina, vem chamando a atenção do mundo. Durante uma briga, uma jovem de 22 anos lançou um aparelho celular no rosto do namorado e ele acabou morrendo oito dias depois.

Em nota à imprensa, repercutida pelo jornal argentino La Nación, ela afirma que nunca teve intenção de cometer o crime. A argentina está respondendo por acusação de homicídio em liberdade e na última sexta-feira, 24, esteve na primeira audiência na Justiça sobre o episódio

Segundo o UOL, Roxana Adelina López e Luis Darío Guantay eram namorados e estavam na casa do rapaz quando começaram a discutir. Ela afirma que levou um tapa no rosto durante o confronto, o que fez com que decidisse atirar o celular contra o namorado.

O episódio aconteceu no dia 10 de abril. Quando Roxana tentou se defender, Luis foi atingido no rosto e, desde então, passou a relatar dores de cabeça e mal-estar, que fizeram com que ele buscasse ajuda médica no hospital da cidade.

Após o jovem ser examinado, os médicos chegaram à conclusão de que ele sofreu um traumatismo craniano e que precisaria passar por uma intervenção cirúrgica. No entanto, o procedimento não foi realizado a tempo e Guantay faleceu oito dias depois.

Luis veio a óbito no hospital no dia 18 de abril, enquanto estava no hospital ao não resistir aos ferimentos do impacto do celular no rosto. Com a morte, a mãe do rapaz denunciou Roxana e a polícia começou a investigar o caso.