Notícias » Estados Unidos

Armeira de Rust afirma que Alec Baldwin foi “contra todas as regras e bom senso”

Contestada pela trilha oficial dos fatos, Hannah Gutierrez Reed tentar atribuir a culpa ao ator que efetuou o disparo fatal

Wallacy Ferrari Publicado em 14/03/2022, às 10h12

Elenco de Rust com a diretora Halyna
Elenco de Rust com a diretora Halyna - Divulgação / Instagram / Jensen Ackles

A armeira Hannah Gutierrez Reed, responsável pelas armas usadas no set do filme ‘Rust’, emitiu um comunicado no último sábado, 12, se defendendo da alegação legal que se tornou pública no dia anterior, apontando que o pedido para que Alec Baldwin engatilhasse a arma partiu da própria vítima, a diretora de fotografia Halyna Hutchins.

O Sr. Baldwin sabia que nunca poderia apontar uma arma de fogo para membros da tripulação sob nenhuma circunstância e tinha o dever de dar segurança para com seus companheiros de filmagem. [...] No entanto, ele apontou a arma para Halyna antes do incidente fatal contra todas as regras e bom senso”, defendeu Reed.

A linha de defesa da armeira tenta argumentar que Baldwin e qualquer outro ator que estivesse no set “tinham o dever e a responsabilidade de chamar Hannah para inspeção da arma e instruções de segurança antes que qualquer cena de arma fosse realizada”, de maneira que a mesma verificasse a segurança da peça.

Contudo, o documento do tribunal derruba a versão, afirmando que, quando Baldwin e o elenco principal chegou ao set do Novo México, passaram uma sessão de treinamento com Gutierrez Reed usando as armas da produção e entenderam que, a partir dessa sessão, não precisavam verificar cada uma das armas por munição real.

Reed não instruiu Baldwin a verificar a arma ele mesmo. Na verdade, ela disse a Baldwin que era seu trabalho verificar a arma – não dele”, aponta o documento, além de inviabilizar a possibilidade de ter uma arma funcional no set.