Notícias » Arqueologia

Arqueólogos descobrem objetos raros datados da Idade do Ferro até o Império Romano

Alguns dos artefatos encontrados em Melford, na Inglaterra, indicam a complexidade do comércio na época

Nicoli Raveli Publicado em 01/04/2020, às 16h00

Bobina encontrada na Inglaterra
Bobina encontrada na Inglaterra - Divulgação

Recentemente, arqueólogos do Centro de Herança de Long Melford, na Inglaterra, encontraram artefatos datados da Idade do Ferro até o Império Romano. Uma vez levados para a análise, os especialistas descreveram um dos achados como um apito ou um cabo de faca.

Arqueólogas da instituição acompanhadas da especialista em cerâmica, Alice Lyons, à direita / Crédito: Divulgação

 

Dentre mais de dois mil objetos encontrados, os pesquisadores se depararam com uma ferramenta que foi criada com o osso de uma ovelha, e era utilizada como bobina para a produção de tecidos. Da mesma maneira, outros itens foram identificados como importações da Espanha, França e Alemanha.

Bobina encontrada na Inglaterra / Crédito: Divulgação

 

Além disso, ossos de ovelhas e gado, que continham marcas de uso, também foram desenterrados. A descoberta indica a complexidade do comércio de carne nas aldeias. Não obstante, itens que se assemelham a grampos de cabelo e uma pinça também podem revelar informações sobre o comércio da época.

"Era muito incomum ter uma sequência de estratificação segura e completa, provando ocupação da Idade do Ferro até o final do período romano", afirmou a especialista em cerâmica Alice Lyons.

O arqueólogo Kenneth Dodd e o vereador John Nunn se mostraram positivos com a escavação da vila. "Acreditamos que o trabalho arqueológico realizado pelo Centro de Long Melford nos últimos anos tenha aumentado consideravelmente o conhecimento e a história de Long Melford", relatou Nunn.