Notícias » Arqueologia

Arqueólogos desenterram ossos humanos durante construção de museu

Na Dinamarca, foram encontraram os restos mortais de ao menos 15 pessoas que morreram entre 1.700 e 1.800

Isabela Barreiros Publicado em 03/06/2020, às 08h00

Alguns dos ossos encontrados
Alguns dos ossos encontrados - Divulgação

Enquanto escavavam o local para a construção do novo Museu Estadual de História Natural, em Copenhague, capital da Dinamarca, trabalhadores encontraram restos mortais de pessoas que morreram entre os anos de 1.700 e 1.800.

De acordo com a diretoria de estradas, Vejdirektoratet, foram descobertos os ossos de pelo menos 15 pessoas que foram enterradas no local. Elas teriam faixas etárias diferentes entre si.

A descoberta, no entanto, ainda está cercada de mistério. Segundo o arqueólogo e escavador Sigrid Frances Schmidt, muitos deles estão serrados e outros possuem ainda marcas e entalhes, demonstrando uma certa brutalidade.

O especialista conectou os restos mortais encontrados a outro achado, feito no cemitério Holmen, que está nas proximidades do novo museu. Ele acredita que essas pessoas estariam relacionadas com estudos patológicos feitos pela Royal Surgical Academy no começo de 1800.