Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram cabeça de mármore de 2 mil anos, durante escavação na Itália

A peça representa o primeiro imperador de Roma, Augusto. Confira!

Penélope Coelho Publicado em 08/05/2021, às 07h58

Cabeça de mármore encontrada na Itália
Cabeça de mármore encontrada na Itália - Divulgação/MIBACTmolise/Facebook

De acordo com informações publicadas na última quinta-feira, 6, pelo portal de notícias CNN, enquanto realizavam um trabalho de restauração em uma parede medieval que desabou em Isernia, na Itália, o arqueólogo Francesco Giancola e sua equipe se depararam com um achado impressionante.

Segundo revelado na publicação, na ocasião, os pesquisadores encontraram uma cabeça de mármore que representa o primeiro imperador de Roma, Augusto, que se tornou líder em 27 a.C.

Os arqueólogos sabiam da importância histórica da comuna italiana de Isernia, mas, não esperavam encontrar algo tão importante:

"Enquanto estávamos cavando atrás da parede, vi que a terra mudou de cor [...] Continuamos a cavar com espátulas de precisão e saiu um bloco de mármore. Imediatamente vi que era uma cabeça que reconheci como pertencente a uma estátua de Augusto, devido ao cabelo, ao formato e corte dos olhos", relatou Giancola.

Cabeça de mármore representando o imperador Augusto / Crédito: Divulgação/MIBACTmolise/Facebook

 

De acordo com os especialistas, a peça de 35 centímetros tem aproximadamente 2 mil anos e pode ser datada entre 20 a.C e 10 d.C. Os arqueólogos acreditam que a cabeça tenha sido deslocada de uma estátua de mais de 2 metros.

Segundo a arqueóloga Maria Diletta Colombo, a peça foi feita com mármore Lunigiana — mais conhecido como mármore de Carrara — que também era usado pelo artista renascentista Michelangelo.

Sabe-se que ao encontrarem a cabeça de mármore, os arqueólogos acionaram as autoridades locais. De acordo com o prefeito, a peça está passando por análises e deve ser encaminhada para o museu Santa Maria delle Monache, em Isernia, Itália.


Sobre Roma Antiga 

A capital do império mais importante e poderoso que o mundo já conheceu: a Roma Antiga. Em seu ápice, ela era quase idêntica às metrópoles atuais (mas sem a poluição no ar, claro). Aliás, Roma era ainda mais apinhada que os exemplos anteriores: no ano 200 alcançou 1 milhão de habitantes e sua densidade demográfica atingiu 66 mil pessoas por km2 (hoje, a cidade mais apertada do mundo é Mumbai, na Índia, com 29650 pessoas por km2).

O Império Romano é mundialmente conhecido por sua cultura, arquitetura, literatura e história vasta, repleta de batalhas e traições.