Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram esqueletos e flechas em castelo no Reino Unido

As descobertas feitas no local podem aumentar a importância da construção no passado britânico

Isabela Barreiros Publicado em 28/12/2020, às 13h31

Cerâmica descoberta no local
Cerâmica descoberta no local - Divulgação - Projeto Bailey Hill

Escavações realizadas em um castelo localizado em Bailey Hill, Flintshire, no País de Gales, revelaram descobertas impressionantes. Os arqueólogos envolvidos no trabalho anunciaram a identificação de uma parede de alvenaria, pontas de flechas e esqueletos humanos.

A parede de alvenaria chocou os pesquisadores. Para Ian Grant, arqueólogo do Clwyd-Powys Archaeological Trust, a presença dela pode indicar que o castelo é mais importante do que se pensava anteriormente. 

"Até descobrirmos a construção em alvenaria, a ideia geral de como o castelo seria é que ele teria sido construído em madeira, em um estilo clássico de motte e muralha”, explicou. “Uma vez que você começa a encontrar a alvenaria, você pensa 'espere um pouco, este castelo não teve uma vida curta'”.

Antes, acreditava-se que o local tinha sido construído no século 11, apenas com madeira. “Começa a falar muito mais sobre o dinheiro que foi investido pela coroa ou pelos príncipes galeses, quem quer que o tenha na altura. Sua importância aumenta consideravelmente quando você começa a encontrar alvenaria”, afirmou. 

Os objetos encontrados, como pontas de flecha e fragmentos de cerâmica, datam mais ou menos do século 12 ou 13, segundo os pesquisadores. Foram descobertos ainda pisos que provavelmente foram queimados, "pequenos instantâneos de um evento catastrófico", como foi dito pelos arqueólogos. Sete esqueletos foram enterrados “com respeito” na construção. 

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.