Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram indícios de cirurgia da Idade da Pedra na Espanha

Conhecido como trepanação, o procedimento foi realizado no crânio de uma mulher, mas o resultado não saiu como esperado

Pamela Malva Publicado em 30/09/2020, às 15h00

Os dois crânios encontrados na caverna de Dehesilla, na Espanha
Os dois crânios encontrados na caverna de Dehesilla, na Espanha - Universidade de Sevilha

Em uma das cavernas mais profundas das Montanhas Baéticas, na Espanha, arqueólogos descobriram um crânio impressionante. Encontrado ao lado dos restos de outra pessoa, o osso apresenta indícios de uma cirurgia cerebral que não deu muito certo.

Não é a primeira vez que a Caverna Dehesilla revela curiosidades sobre a Idade da Pedra. O crânio, todavia, traz algumas informações inusitadas sobre a época. Datado de 4800 a 4550 a.C., o osso ainda conta com sinais de uma decapitação post-mortem.

Ainda que seja bastante complexo definir o gênero do indivíduo apenas pelo crânio, os especialistas acreditam que a pessoa submetida às cirurgias foi uma mulher já em idade adulta, segundo divulgado no jornal PLOS ONE, no dia 13 de agosto.

O buraco feito durante a cirurgia no crânio feminino / Crédito: Divulgação/García-Rivero

 

Segundo os cientistas, o crânio da mulher indica que, enquanto ainda estava viva, ela foi vítima de procedimento chamado trepanação. Bastante comum na Idade da Pedra, a cirurgia foi identificada em centenas de milhares de ossos da época.

No caso da mulher, contudo, o procedmento não foi realizado corretamente e o furo que deveria ter sido feito em seu crânio não foi terminado. Mais estranho ainda, no entanto, são os sinais de decapitação pós morte encontrados na cabeça dela.

Juntando todas as misteriosas informações, então, os arqueólogos acreditam que tanto a mulher, quanto um segundo homem encontrado, foram levados até a caverna como parte de algum ritual. Segundo Daniel García-Rivero, o autor do estudo, contudo, existe a chance de que os indivíduos tenham sido mortos em um sacrifício humano.