Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram maior estátua de deusa da Idade do Bronze na Turquia

Segundo pesquisador, "nenhum ídolo de homem foi encontrado até agora”

Isabela Barreiros Publicado em 23/11/2020, às 14h39

A estatueta encontrada na Anatólia
A estatueta encontrada na Anatólia - Divulgação - AA Photo

Escavações realizadas no sítio arqueológico de Kültepe, localizado na região da Anatólia, na Turquia, revelaram o que os pesquisadores acreditam ser a maior estátua de uma deusa antiga que remonta à Idade do Bronze já encontrada no país.

Fikri Kulakoğlu, líder da escavação e professor da Universidade de Ancara, afirmou que o item tem aproximadamente 4.200 anos de idade. "Estamos felizes por ter encontrado este artefato de 45 centímetros de altura (17 polegadas). É uma peça muito especial", disse.

Segundo ele, "nenhum ídolo de homem foi encontrado até agora”, indicando que apenas mulheres representadas pelos artefatos foram descobertas. “As estátuas femininas estão nuas e têm um trono decorado, e há tranças em suas costas”, explicou. 

Até agora, os trabalhos arqueológicos já escavaram cerca de 20 novos objetos importantes que datam do mesmo período histórico. Todas essas descobertas foram feitas neste ano, mesmo com pessoal reduzido devido à pandemia de covid-19. 

Sobre arqueologia

Descobertas arqueológicas milenares sempre impressionam, pois, além de revelar objetos inestimáveis, elas também, de certa forma, nos ensinam sobre como tal sociedade estudada se desenvolveu e se consolidou ao longo da história. 

Sem dúvida nenhuma, uma das que mais chamam a atenção ainda hoje é a dos egípcios antigos. Permeados por crendices em supostas maldições e pela completa admiração em grandes figuras como Cleópatra e Tutancâmon, o Egito gera curiosidade por ser berço de uma das civilizações que foram uma das bases da história humana e, principalmente, pelos diversos achados de pesquisadores e arqueólogos nas últimas décadas.