Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram misteriosa cesta de 10.500 anos em caverna em Israel

Perfeitamente conservada, ela possui capacidade para aproximadamente 90 litros, mas os pesquisadores ainda não sabem o que ela guardava

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 18/03/2021, às 13h29

A cesta encontrada em Israel
A cesta encontrada em Israel - Divulgação/Yaniv Berman - IAA

Escavações realizadas na caverna Muraba'at em Israel revelaram uma descoberta impressionante. Os arqueólogos encontraram uma cesta perfeitamente conservada que parece ter sido fabricada nos dias de hoje, mas tem mais de 10 mil anos. 

Conforme noticiado pelo portal Ancient Origins, o artefato antigo foi divulgado pela Autoridade de Antiguidades de Israel. Eles encontraram a cesta vazia e fechada com uma tampa feita de tecido, mesmo material do recipiente encontrado. Não se sabe ainda o que era guardado na cesta.

A partir de uma análise realizada no item, os pesquisadores verificaram que a cesta possui cerca de 10.500 anos, durante o período pré-neolítico da olaria. Haim Cohen, do laboratório IAA em Jerusalém, disse: “Esta é a descoberta mais emocionante que encontrei na minha vida”.

“O cesto tem capacidade para cerca de 92 litros. Não sabemos ainda que tipo de planta foi usada para fazer isso, mas estamos investigando”, explicou. “No entanto, já podemos dizer que duas pessoas o teceram e que uma delas era canhota”.

“A operação de resgate visa o levantamento de centenas de cavernas no deserto da Judeia para rastrear e preservar as antiguidades que ainda estão escondidas lá antes de serem recuperadas e vendidas no mercado privado, como já aconteceu no passado” disse Naama Sukenik do Departamento de Material Orgânico da IAA.

Ele elucidou que “os materiais orgânicos geralmente não têm a capacidade de sobreviver por períodos tão longos”. “No entanto, a condição climática especial do Deserto da Judéia, seu tempo seco, permitiu que dezenas de artefatos durassem séculos e milênios.”