Notícias » Europa

Arqueólogos encontram símbolos para afastar bruxas em pousada abandonada da Escócia

Datado do século 17, o Wilkhouse Inn foi um estabelecimento símbolo da modernidade no período em que prosperou

Isabela Barreiros Publicado em 17/10/2019, às 17h18

None
Wikimedia Commons

Um novo estudo publicado no Archaeology Reports Online revelou descobertas encontradas por arqueólogos do Clyne Heritage Society e da Universidade de Glasgow em uma antiga pousada em Glasgow, na Escócia. Os pesquisadores realizaram escavações no Wilkhouse Inn, um estabelecimento do século 17.

Uma cruz invertida foi avistada em uma das pedras do local. As autoridades alegam que o símbolo pode ter sido feito no intuito de impedir bruxas de entrarem pela lareira da estalagem.

Além disso, também foram descobertos restos de animais, fragmentos de vidro e moedas. O vidro remonta uma cena de “brindes sendo trocados após uma refeição ou sessão de bebida, com o barulho dos copos sendo jogados sobre uma mesa ecoando pela pousada”, dizem os arqueólogos no artigo.

Crédito: Guard Archaeology

 

O Wilkhouse Inn era considerado uma “declaração de modernidade e riqueza” durante seu período de prosperidade no século 17. Segundo declaração da Guard Archaeology, responsável pelas escavações, “as evidências revelam um lugar essencial para a economia local, em processo de desenvolvimento para a modernidade”.

No entanto, o local foi abandonado por volta de 1819 por conta de dificuldades financeiras., Alison Campsie, do jornal The Scotsman, escreveu que, em 1870, o edifício transformou-se em uma “ruína marcada no mapa”.