Notícias » Arqueologia

Arqueólogos encontram sistema hidráulico pré-hispânico sob catedral mexicana

Importante descoberta do século 16 revelou ainda tumba com esqueleto humano

Isabela Barreiros Publicado em 29/01/2022, às 09h04

Sistema hidráulico descoberto na capital mexicana
Sistema hidráulico descoberto na capital mexicana - Divulgação/INAH

Um impressionante sistema hidráulico que remonta ao período pré-hispânico, datando pelo menos do século 16, foi identificado por arqueólogos do Instituto Nacional de Antropologia e História do México (INAH) no ano passado.

Embora divulgada apenas recentemente, a descoberta foi feita no subsolo da catedral de San Bernardino de Siena, no sul da capital mexicana, enquanto os especialistas investigavam o segundo pátio do templo em 2021.

Por meio das escavações, foi possível encontrar parte de um aqueduto que esteve escondido sob a construção por mais de 400 anos. Cerca de cinco metros do sistema, que conta com 43 centímetros de largura e um metro de profundidade, foram identificados.

"Trata-se de uma obra hidráulica do século XVI que foi se adaptando aos desníveis para irrigar o centro do terreno, a qual foram estendendo, mediante canais menores e elementos como a caixa d'água, durante os séculos posteriores, séculos XVII e XVIII", explicam os pesquisadores do INAH em nota.

Além do aqueduto, também foi desenterrada uma tumba que remonta ao mesmo período, ou seja, ao século 16. Dentro do túmulo, que possui características funerárias tanto espanholas quanto indígenas, estava um esqueleto de um homem que deve ter morrido entre 18 e 25 anos.