Notícias » Arqueologia

Arqueólogos podem ter encontrado local de produção de vinho citado na Bíblia

Pesquisadores comparam textos bíblicos com região localizada no norte de Israel e acreditam ter uma resposta

Penélope Coelho Publicado em 09/06/2020, às 08h00

Foto aérea da vinícola tirada em 2013
Foto aérea da vinícola tirada em 2013 - Divulgação

Segundo um artigo publicado na última edição jornal científico Journal of Eastern Mediterranean Archaeology and Heritage Studies, arqueólogos e pesquisadores da Universidade de Haifa podem ter desvendado um grande mistério.

Nos livros dos Reis presente na Bíblia, algo chama atenção: um local em Jezreel que produzia vinhos e é usado como o cenário de alguns episódios bíblicos. A vinícola de Jezreel foi descoberta inicialmente em 2013 e após muitas pesquisas e discussões os arqueólogos acreditam que esse é o local citado nas escrituras.

Após escavações, os pesquisadores fizeram um levantamento de alguns elementos que ligam aquela região de Israel com os relatos presentes no livro sagrado. Durante as pesquisas, os cientistas descobriram que a produção de vinho realizada em Jezreel era bastante arcaica e acontecia com no máximo quatro pessoas pisando em uvas com os pés.

O versículo presente no livro de Reis, diz a seguinte frase sobre o local: “E sucedeu depois destas coisas que, Nabote, o jizreelita, tinha uma vinha em Jizreel junto ao palácio de Acabe, rei de Samaria.”. Segundo a principal autora do artigo, Norma Franklin, esse local é o único compatível na região, com aquele que foi descrito nos textos bíblicos.

Porém, em entrevista para o periódico The Jerusalem Post, Franklin afirmou que é muito difícil conseguir uma datação exata da vinícola, para entender se sua construção bate com a idade do texto. Por isso, os arqueólogos ainda estão trabalhando apenas com uma possibilidade.