Notícias » Oriente Médio

Artefato de barro com inscrito de fala de Maomé é encontrado no Irã

A tigela decorada remonta aos séculos 3 e 4 e possui um hádice do profeta em seu interior

Isabela Barreiros Publicado em 13/05/2020, às 13h25

Tigela de barro encontrada no Irã
Tigela de barro encontrada no Irã - Divulgação

Uma rara tigela de barro foi encontrada na cidade iraniana de Nishapur, mais especificamente ao nordeste do país, na província de Khorasan Razavi. A descoberta foi feita em um dos locais históricos da região e revelou o artefato que foi feito entre os séculos 3 e 4, na época da dinastia samanida.

O mais interessante do objeto, porém, é seu interior, que possui um hádice — um conjunto de leis e histórias islâmicas — do profeta Maomé inscrito. A tradução da frase é esta: “a pessoa que come e agradece é como uma pessoa tolerante em jejum”, fazendo referência ao período sagrado do Ramadã.

Feita de barro vermelho, a tigela é um anel côncavo com um corpo mais esticado. Ela possui uma decoração tanto por dentro quanto por fora, onde flores brancas são ilustradas. O diâmetro é de 34 centímetros com 11,5 de altura.

Os arqueólogos envolvidos na descoberta afirmam que o estilo do artefato foi um dos mais famosos durante aquele período. Esse tipo de cerâmica pode ser considerado parte da era dourada da arte da civilização islâmica.