Notícias » Múmias

Artefatos de múmias dos Homens de Sal do Irã serão restaurados

As roupas dos corpos mumificados encontrados em 1993 passarão por um projeto especializado

Isabela Barreiros Publicado em 27/05/2020, às 07h00

Uma das múmias encontradas no Irã
Uma das múmias encontradas no Irã - Wikimedia Commons

Especialistas do Irã, em parceria com uma equipe alemã, realizarão um novo projeto para preservar as múmias conhecidas como Homens de Sal. Eles utilizarão técnicas de purificação, limpeza e restauração para conservar as roupas encontradas junto dos cadáveres mumificados.

A descoberta aconteceu em 1993, na vila de Chehrabad, no Irã, durante uma escavação em uma mina de sal. Os trabalhadores do local encontraram restos muito bem preservados de diversos homens, a maioria grisalha e barbada. Junto deles, também foram descobertos seus pertences, como uma bota de couro (com um pé humano dentro), uma faca de ferro, agulha de prata, corda, potes e outros objetos.

A bota encontrada / Crédito: Divulgação

 

“Os objetos e roupas descobertos dos homens de sal estão sendo restaurados em colaboração com o Centro de Pesquisa do Irã para Conservação de Relíquias Culturais, com o Instituto de Pesquisa para a Proteção e Restauração de Relíquias Históricas do Ruhr-Universiat Bochum e do Museu Arqueológico Frankfurt ”, explicou o chefe de turismo de Zanjan, Amir Arjmand.

O oficial afirmou ainda que “seus têxteis pertencem aos períodos aquemênida e sassânida, 550-330 aC e 224–651, respectivamente, e técnicas diferentes foram usadas nesses períodos”. Essas descobertas, ainda segundo Arjmand, são “um dos documentos mais fortes no campo dos têxteis históricos do país".

Outros itens preservados encontrados juntos aos corpos / Crédito: Wikimedia Commons

 

Para realizar a restauração dos artefatos encontrados com com as múmias, os pesquisadores utilizarão técnicas específicas que já haviam sido utilizadas pelos alemães em pesquisas anteriores.

“A extensão e o tipo de dano, as etapas da restauração, incluindo a extensão da corrosão e sedimentação, os materiais usados ​​para limpeza, dessalinização, resistência, controle, reconstrução e, finalmente, a estabilização final dos objetos estão sendo investigados”, explicou Arjmand.