Notícias » Arqueologia

Artefatos indígenas de mil anos são encontrados durante escavação em Santa Catarina

As peças de cerâmica foram descobertas no município de Ipira, onde também foi identificado um muro feito de pedras encaixadas

Isabela Barreiros, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 23/08/2021, às 13h48

Cerâmica indígena encontrada em Ipira, Santa Catarina
Cerâmica indígena encontrada em Ipira, Santa Catarina - Divulgação/Prefeitura de Ipira

Desde o começo de agosto deste ano, escavações estão sendo realizadas em um sítio arqueológico localizado no município de Ipira, no Oeste de Santa Catarina. Recentemente, como relatado pelo G1 ontem, 22, o projeto possibilitou a descoberta de artefatos que foram desenvolvidos há mil anos.

De acordo com a historiadora e arqueóloga Graciele Tules de Almeida, que coordena as atividades de busca, os objetos são feitos de cerâmica. Ela explica que os itens datam do período de uma ocupação indígena na região, o que faz deles peças extremamente importantes para o entendimento da história local.

Escavação que revelou os artefatos de mil anos / Crédito: Divulgação/Prefeitura de Ipira

 

"Os achados revelam fragmentos da história de Ipira, ainda desconhecido dos ipirienses, como também, apontam para o potencial da área para novos achados e a importância da preservação do patrimônio cultural de Ipira, entre eles, os sítios arqueológicos", afirmou a pesquisadora.

A especialista, que coordena os trabalhos relacionados ao Projeto de Gestão do Patrimônio Arqueológico e Programa Integrado de Educação Patrimonial na área da PCH, aponta ainda que as escavações continuarão sendo feitas no município e levadas ao conhecimento público, pois suas descobertas fazem parte da história e cultura local.

Sítio pré-colonial descoberto no município / Crédito: Divulgação/Prefeitura de Ipira

 

Além dos artefatos indígenas de mil anos, os arqueólogos fizeram outra descoberta impressionante entre as cidades de Ipira e Piratuba.

Trata-se de um muro feito de pedras encaixadas, conhecidas como taipas, que foi encontrado em um sítio pré-colonial na Linha Península.