Notícias » Japão

Artefatos persas feitos de vidro são encontrados em ilha no Japão

Em Okinoshima, arqueólogos descobriram um fragmento de uma tigela desenvolvida durante a dinastia sassânida, que foi feita com mistura de cinzas de plantas e vidro derretido

Isabela Barreiros Publicado em 05/03/2020, às 08h00

Fragmento de tigela persa encontrada no Japão
Fragmento de tigela persa encontrada no Japão - Universidade de Ciências de Tóquio

Fragmento de uma tigela feita de vidro, feita na antiga Pérsia, é encontrada na ilha de Okinoshima, no Japão. Os arqueólogos responsáveis pelo estudo afirmaram que se trata de um artefato produzido durante a dinastia sassânida, que governou a região entre 224 e 651. d.C.

Medindo 5,6 centímetros, o objeto é um seixo, ou seja, um pedaço de um mineral ou rocha que provavelmente foi transportado pela água. Acredita-se também que a técnica utilizada pelos persas foi misturar cinzas de plantas com vidro derretido para fabricar tal utensílio.

Em Okinoshima, ainda foram encontrados mais de 80 mil peças antigas, enterradas em um santuário importante da ilha. O local em si tornou-se uma importante descoberta arqueológica para o Japão, que conseguiu descobrir mais sobre seu passado na região.

Os pesquisadores chegaram à conclusão de que a tigela veio da Pérsia devido ao fato de outros objetos parecidos terem sido encontrados no Irã e no Iraque.

“Conseguimos obter informações preciosas sobre onde os itens desenterrados foram criados, a rota usada para trazê-los para o Japão e o grau de influência dos envolvidos nas cerimônias em que tais vidros foram usados”, explicou Izumi Nakai, professor emérito da Universidade de Ciências de Tóquio, principal responsável pelo estudo.