Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Mamãe Falei

Em briga, Arthur do Val apanha de Emerson Miguel Petriv

Registro que mostram uma briga entre Arthur do Val e Emerson Miguel chamaram a atenção recentemente

Redação Publicado em 30/06/2022, às 11h53 - Atualizado às 11h55

Registro da confusão entre Arthur do Val e Emerson Miguel Petriv - Divulgação/Vídeo/Youtube
Registro da confusão entre Arthur do Val e Emerson Miguel Petriv - Divulgação/Vídeo/Youtube

Um episódio ocorrido na última quarta-feira, 30, em Londrina, Paraná, terminou em confusão entre o ex-deputado federal Emerson Miguel Petriv (PROS-PR) e o também ex-deputado Arthur do Val. 

Em registros, a gravação mostra membros do MBL cobrando Emerson, também conhecido como Boca Aberta, através de uma 'nota fiscal do povo'. Irritado, ele desce do caminhão com um microfone e afirma: 'tira a mão de mim'. A situação piora quando o ex-deputado federal diz que o MBL é o 'Movimento Bosta Livre', além de xingarArthur de 'Mamãe Caguei'. 

Ao derrubar o celular de um dos integrantes do movimento, o episódio sai de controle. Boca Aberta, então, diz que Arthur do Val deveria ser agredido: 'Você merece levar tapa na cara, rapaz'. Em seguida, ele agride o ex-deputado.

Projeto de Lei virou briga

O ex-deputado disse que fora atrás de Boca Aberta após criticar um projeto de Lei proposto no qual carros de aluguel mediante dinheiro público devem apresentar um adesivo que deixe a informação clara. Todavia, Do Val enfatiza que o filho de Emerson Miguel Petriv aluga veículo por um mês e chegou a gastar mais de R$ 390 mil com carros alugados, conforme repercutido pelo UOL.

Arthur do Val disse que um boletim de ocorrência fora registrado em Londrina. Já do outro lado, Boca Aberta diz que recebeu ameaça de membros do MBL. 

“Vieram aqui ameaçar a família Boca Aberta. Um dos integrantes da quadrilha, que vieram aqui, estava armado, me acuaram os quatro, invadiram aqui o caminhão, junto com o Mamãe Falei, e ameaçaram eu e minha família. Uma gangue, deram fuga na hora que eu chamei a polícia pela rua de trás do gabinete”, disse ele, que foi cassado em 2017.