Notícias » Reino Unido

26 anos de mistério: assassinato brutal de 1994 é solucionado no Reino Unido

Após apelos de organizações, a trágica morte de Rikki Neave, de apenas 6 anos, foi solucionada

Caio Tortamano Publicado em 17/02/2020, às 13h52

Rikki Neave foi morto em 1994 e teve sua morte solucionada somente em 2020
Rikki Neave foi morto em 1994 e teve sua morte solucionada somente em 2020 - Divulgação/ Cambridgeshire Police

O assassinato do menino de 6 anos, Rikki Neave, permaneceu um mistério por muito tempo. Encontrado morto e sem roupas em uma mata na cidade de Peterborough, no Reino Unido, o hediondo crime aconteceu em novembro de 1994, e foi solucionado recentemente pelas autoridades britânicas.

As investigações acerca da morte do garoto — visto pela última vez andando para a escola — foram reabertas em 2015.  Uma organização em favor de crimes não solucionados, a Crimewatch, entrou com um apelo para a polícia local no aniversário de 20 anos da morte de Rikki para que as investigações continuassem.

A medida fez com que os policiais identificassem dois adolescentes que possivelmente teriam ligação com o assassinato na época. No momento do crime, a dupla, hoje já adulta, foi flagrada saindo da floresta, onde Neave foi encontrado morto.

Suas roupas foram encontradas em uma lata de lixo não muito distante do local de desova de seu corpo. De acordo com a autópsia realizada no corpo da vítima, a morte teria sido por estrangulamento.

Na época, a mãe de Rikki, Ruth, foi presa por crueldade infantil devido aos maus tratos que o filho sofria e também foi indicada como autora do assassinato. Porém, a mãe negou diversas vezes ter sido a responsável pela morte. Ela se livrou da acusação de homicídio, mas cumpriu sete anos de cadeia por negligência.

Assim que saiu da prisão, Ruth entrou com pedidos públicos para que as investigações não cessassem até que o responsável pelo fim da vida de Rikki fosse detido. A polícia de Cambridgeshire anunciou ter indicado como culpado o homem de 38 anos James Watson, que não possui residência fixa.


+Saiba mais sobre outros casos relacionados com o tema:

Suzane assassina e manipuladora, de Ullisses Campbell (2020) - https://amzn.to/3aFqnVk

Richthofen, de Roger Franchini (2011) - https://amzn.to/2SkxkmG

O pior dos crimes, de Rogério Pagnan (2018) - https://amzn.to/2S287OY

Vale lembrar que os preços e a quantidade disponível dos produtos condizem com os da data da publicação deste post. Além disso, assinantes Amazon Prime recebem os produtos com mais rapidez e frete grátis, e a revista Aventuras na História pode ganhar uma parcela das vendas ou outro tipo de compensação pelos links nesta página.