Notícias » Navegações

Astrolábio português de 1503 é o mais antigo do mundo

Instrumento usado em expedição de Vasco da Gama acaba de entrar para o Guinness Book

Letícia Yazbek Publicado em 20/03/2019, às 17h00

None
Reprodução/ David Mearns

Uma rara ferramenta de navegação naufragada em 1503 acaba de entrar para o Guinness Book como o astrolábio mais antigo do mundo.

O objeto estava a bordo de uma das duas embarcações comandadas por Vasco da Gama que foram ao fundo do mar durante a quarta armada de Portugal às Índias. Após uma forte tempestade, as naus Esmeralda e São Pedro afundaram perto da ilha de Al Hallaniyah, a poucos quilômetros do litoral de Omã.

A relíquia foi encontrada durante escavações conduzidas no local em 2014, por pesquisadores da Universidade de Warwick, na Inglaterra. No último sábado, 16 de março, mais detalhes sobre a descoberta foram publicados no periódico International Journal of Nautical Archaeology.

Os especialistas acreditam que o astrolábio tenha sido construído entre 1496 e 1501. Formado por um disco leve e pequeno, com 344 gramas e 17,5 centímetros de diâmetro, o objeto ostenta o brasão de armas de Portugal.

Na Era dos Descobrimentos, o instrumento significou um avanço tecnológico: determinava a posição dos astros no céu e indicava a direção a ser seguida.