Notícias » Guerra

Ataques deliberados: O que diz a ONU sobre os corpos revelados em Bucha

A análise é dificultada pela ausência de representantes, mas análise de imagens chocou o Alto Comissariado para os Direitos Humanos

Redação Publicado em 05/04/2022, às 11h45

Imagem mostrando cadáveres caídos em rua de Bucha
Imagem mostrando cadáveres caídos em rua de Bucha - Divulgação/ Youtube/ CBS Evening News

Após a divulgação de chocantes imagens de corpos espalhados em valas e rodovias pela cidade ucraniana de Bucha, a porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos apontou que, da maneira como foram encontrados, as mortes apontam ataques deliberados do exército russo após a invasão.

Elizabeth Throssell foi a representante que falou, em entrevista coletiva em Genebra, que a disposição dos corpos pode apontar violação dos direitos humanos conforme acordo internacional, configurando um possível crime de guerra.

A apuração dos fatos ainda é dificultada para a ONU, que não possui nenhum representante em Bucha.

Todas os sinais apontam para o fato de que as vítimas foram alvos deliberados e assassinadas diretamente. [...] É necessário investigar, mas embora possamos entender que um prédio, por exemplo, seja bombardeado em um contexto militar, é difícil imaginar qual seria o contexto militar de um indivíduo caído no chão com uma bala na cabeça ou de ter seu corpo queimado", insistiu.

Apesar do destaque internacional do massacre de civis na tentativa de invasão da Rússia, Moscou nega e acusa Kiev de "encenar" as mortes para atrair a opinião pública a seu favor.

Em diversas imagens, tanto aproximadas quanto de satélites, corpos se espalham pelo município após a passagem dos rivais.