Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Estados Unidos

Ator de Hollywood é condenado a 20 anos de prisão por esquema de pirâmide

A fraude organizada por Zach Avery chegou a render R$ 3,3 bilhões de prejuízo a investidores

Wallacy Ferrari Publicado em 15/02/2022, às 10h13

Zach Avery em cena do filme "Last Moment of Clarity" - Divulgação/Metalwork Pictures
Zach Avery em cena do filme "Last Moment of Clarity" - Divulgação/Metalwork Pictures

O norte-americano Zachary Horwitz, que usava o nome Zach Avery para atuar em produções de Hollywood, foi condenado a 20 anos de prisão após uma investigação concluir que um esquema de pirâmide mobilizado pelo ator rendeu um prejuízo de US$ 650 milhões (aproximadamente R$ 3,3 bilhões na cotação atual) em investidores do ramo cinematográfico.

O rapaz de 35 anos convencia investidores a transferir quantias exorbitantes de dinheiro sob a justificativa de que seria destinado a contratos com grandes plataformas de entretenimento, como a Netflix e HBO, quando tais conversas com as empresas sequer existiram.

O dinheiro recebido era usado para financiar uma vida luxuosa, com mansões, carros esportivos e, claro, a criação de uma imagem pública que convencesse novos investidores a participarem de seu golpe.

De acordo com o portal de notícias G1, Zachary deverá pagar US$ 230 milhões (cerca de R$ 1,2 bilhão na cotação atual) para as vítimas das fraudes, menos da metade do que estimado em prejuízos, mas ainda menos do que os grandes lucros que prometia, com retornos em seis a doze meses.

Acredita-se que ele manteve o esquema ao longo de sete anos, usando o dinheiro de novos investidores para manter antigos.