Notícias » Brasil

'Cabeção': Ator de Malhação nega que estava em cárcere privado numa clínica de reabilitação

Boletim policial cita Sérgio Hondjakoff como uma das vítimas, porém ator chamou situação de "boato"

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 05/08/2021, às 17h31

Trecho de vídeo postado por ator de 37 anos
Trecho de vídeo postado por ator de 37 anos - Divulgação / Instagram/ Arquivo Pessoal

O atorSérgio Hondjakoff, de 37, mais conhecido por ter vivido o personagem “Cabeção” na série “Malhação” nos anos 2000, foi resgatado na última quarta-feira, 4, de uma situação de cárcere privado. A notícia foi repercutida pelo G1. 

Ele era um dos pacientes de uma clínica de tratamento contra dependência química na cidade de Pindamonhangaba, no interior de São Paulo. O local foi fechado pelo Ministério Público após uma ação da polícia

A operação foi realizada como resposta a denúncias anônimas de maus-tratos, e encontrou os 46 pacientes do local em quartos trancados por fora. 

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Civil, que foi repercutido pelo G1, Sérgio estava entre as vítimas. O ator da Globo, contudo, negou envolvimento com o caso em sua conta do Instagram. 

“Estou aqui para desmentir mais um boato que saiu na internet a meu respeito (...). Eu tô aqui com a minha mãe em Resende, tô curtindo aqui as férias de inverno” , afirmou Hondjakoff na gravação. 

Os donos da clínica de reabilitação, por sua vez, serão acusados de sequestro. Outra irregularidade também encontrada pela polícia no local foi ainda o fato de existirem medicamentos vendidos sob prescrição médica na instituição, mesmo que os funcionários não fossem qualificados para prescreverem as drogas.