Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Estados Unidos

Ator que foi demitido por não tomar vacina processa Disney

Rockmond Dunbar afirma que está sofrendo discriminação e pede indenização milionária

Penélope Coelho Publicado em 18/02/2022, às 11h50

Rockmond Dunbar - Getty Images
Rockmond Dunbar - Getty Images

Após ser demitido da série de televisão 9-1-1, o ator norte-americano, Rockmond Dunbar, decidiu abrir um processo contra a produtora da série, 20th Televison, e contra a The Walt Disney Company, empresa que comanda a produção. 

O ator fez parte de cinco temporadas do seriado — que narra de maneira ficcional o dia a dia de policiais, paramédicos e bombeiros nos EUA — foi demitido em novembro, por não seguir as regras da Disney, em meio à pandemia de Covid-19.

Segundo informações publicadas nesta sexta-feira, 18, pela BBC, Dunbar recusou receber a vacina contra o novo coronavírus, violando a política de vacinação obrigatória para funcionários da empresa.

De acordo com a reportagem, ele entrou com um pedido de isenção do imunizante contra Covid-19 por questões médicas e religiosas. A Disney teria revisado o documento e recusado o pedido.

No processo, Rockmond pede indenização de mais de US$ 1 milhão (aproximadamente R$ 5,17 milhões na cotação atual da moeda). O intérprete alega que após a demissão vem sofrendo danos e discriminação, taxado como antivacina em Hollywood. Por sua vez, o ator nega tal posicionamento.