Notícias » Música

Atriz conta que tentou tirar a própria vida após abortar filho de Marilyn Manson

Evan Rachel Wood disse ainda que músico, com quem namorou entre 2007 e 2010, a impedia de tomar contraceptivos

Fabio Previdelli Publicado em 08/03/2022, às 11h09

Evan Rachel Wood ao lado de Marilyn Manson
Evan Rachel Wood ao lado de Marilyn Manson - Getty Images

Após afirmar que foi estuprada por Marilyn Manson durante as filmagens do videoclipe de sua música, ‘Heart-Shaped Glasses’, no ano de 2007, a atriz norte-americana Evan Rachel Wood deu mais detalhes chocantes sobre sua relação com o músico. 

Em depoimento ao documentário “Phoenix Rising”, que estreará no próximo dia 15 na HBO dos Estados Unidos, Rachel Wood declarou que Manson a proibia de usar métodos contraceptivos, segundo adiantou o jornal New York Post. 

O relacionamento, que durou de 2007 a 2010, fez tão mal para a atriz que após realizar um procedimento de aborto, que teve o consentimento do músico, ela chegou a tentar cometer suicídio.

"Desde o início do nosso relacionamento, ele sempre teve problemas com qualquer anticoncepcional que eu estivesse usando. Passei por todos os tipos para ver qual ele gostava, e ele não gostava de nenhum deles. Então, essencialmente, ele não queria que eu usasse anticoncepcionais", disse Evan

Ele ignorou o aborto. No segundo em que acabou [o procedimento], disse algo como: 'faça-me o jantar.' Lembro-me de pensar: 'eu tenho que, meu corpo passou por esse trauma, há consequências...' E ele não se importou", prosseguiu. 

Logo em seguida, a atriz norte-americana relatou que tentou tirar a própria vida: "Entrei no banheiro e peguei um copo e o quebrei no chão e comecei a enfiar nos meus pulsos o máximo que pude."