Notícias » Entretenimento

Atriz de 'Meninas Malvadas' desabafa sobre dificuldades após papel: 'Nojento'

Amanda Seyfried, hoje uma atriz renomada, temeu sempre receber papeis de "amiga loira"

Ingredi Brunato, sob supervisão de Thiago Lincolins Publicado em 12/05/2022, às 15h14

Cena do filme "Meninas Malvadas" (2004)
Cena do filme "Meninas Malvadas" (2004) - Divulgação/ Paramount Pictures Studios

A atriz norte-americana Amanda Seyfried, hoje aos 36 anos, deu uma entrevista à revista internacional Marie Claire em que abordou diversos momentos de sua carreira, incluindo um dos primeiros filmes que a lançou em Hollywood, "As Meninas Malvadas", de 2004. 

O longa ficou guardado com carinho em nossa cultura pop, sendo lembrado até hoje por suas frases icônicas e dinâmicas marcantes entre personagens. De acordo com a hoje renomada artista, contudo, nem tudo foi flores para ela depois de dar vida a Karen Smith. 

O primeiro motivo por trás de suas dificuldades era originado de um aspecto da própria personagem, que dizia "sentir se havia chuva chegando" através de seus seios. A habilidade inusitada de Smith, infelizmente, levou Seyfried a sofrer assédio de rapazes aleatórios que a abordavam perguntando sobre a previsão do tempo. 

“Sempre me senti muito enojada com isso. Eu tinha uns 18 anos. Foi simplesmente nojento,” desabafou ela à Marie Claire, acrescendo que teria ido viver em uma fazenda para lidar com a fama na juventude. 

Vida profissional 

A outra dificuldade enfrentada pela atriz norte-americana diz respeito à própria indústria de Hollywood: ela se viu recebendo ofertas para papeis que não ofereciam variedade. 

"Em 2004, eu tinha que ter muito cuidado para não ser apenas ‘a loira bonita.’ Assim, logo no início da minha carreira, se eu não tivesse feito 'Big Love', eu seria Karen Smith. Todos os testes que tive para o primeiro período foram apenas, tipo, amigas loiras. Eu não ia ser a líder, porque por algum motivo eu não me encaixava nisso. Eu não sei o que era", explicou, conforme repercutido pela Rolling Stone Brasil. 

Felizmente, após esse início incerto, Seyfried foi capaz de interpretar personagens mais diversificados, mostrando sua versatilidade como atriz e comprovando seu talento. 

O papel mais recente da consagrada artista estadunidense foi na série "The Dropout", uma produção baseada em fatos reais que lhe deu a oportunidade de viver a controversaElizabeth Holmes, que foi de prodígio do Vale do Silício para golpista encarcerada.