Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Klara Castanho

Klara Castanho revela que engravidou após estupro e entregou criança para adoção

Humilhada por um médico, a atriz Klara Castanho explicou o caso através de uma carta aberta

Redação Publicado em 25/06/2022, às 21h04 - Atualizado às 21h40

Klara Castanho - Divulgação/Redes Sociais
Klara Castanho - Divulgação/Redes Sociais

Klara Castanho abriu o coração em uma carta aberta nas redes sociais. Através do comunicado publicado, a atriz que já participou de novelas e produções nacionais revelou que foi engravidou após um caso de estupro. Em seguida, teve o bebê e o entregou para adoção.

Vale ressaltar que a declaração da atriz se deu após inúmeros rumores que circularam nas redes sociais, após a informação de quem uma atriz jovem 'engravidou e deu o bebê para adoção'. Foi suficiente para que internautas elaborassem teorias infundadas a respeito da história.

"Esse é o relato mais difícil da minha vida. Pensei que levaria essa dor e esse peso somente comigo. No entanto, não posso silenciar ao ver pessoas conspirando e criando versões sobre uma violência repulsiva e de um trauma que eu sofri. Eu fui estuprada", escreveu a atriz no comunicado.

Através do texto,Klara Castanho revelou os momentos perturbadores que tem vivido desde que descobriu a gravidez. Além de descobrir a gestação nas semanas finais, foi humilhada pelo médico que a atendeu.

"O médico não teve nenhuma empatia por mim. Eu não era uma mulher que estava grávida por vontade e desejo, eu tinha sofrido uma violência", desabafou Klara em outro trecho. "E mesmo assim esse profissional me obrigou a ouvir o coração da criança, disse que 50% do DNA eram meus e que eu seria obrigada a amá-lo". 

A atriz também rebelou que, ainda anestesiada após passar pelo parto, foi ameaçada por uma enfermeira envolvida no procedimento.

"Eu, ainda anestesiada do pós-parto, fui abordada por uma enfermeira que estava na sala de cirurgia. Ela fez perguntas e ameaçou: 'Imagina se tal colunista descobre essa história'. (...) Quando eu cheguei no quarto, já havia mensagens do colunista, com todas as informações. Ele só não sabia do estupro. Eu ainda estava sob o efeito da anestesia. (...) Conversei com ele, expliquei tudo que tinha me acontecido. Ele prometeu não publicar", ressaltou.

Ao enfatizar a importância de ter dado o bebê para adoção, Klara disse que a criança merece ser criada por uma família amorosa.

"A criança merece ser criada por uma família amorosa (...) ela não precisa saber que foi fruto de uma violência cruel", disse a atriz.

Leia a carta completa abaixo!

Personalidades declaram apoio

Após a publicação da carta aberta, personalidades da mídia prestaram apoio para a atriz. Uma delas foi a apresentadora Maísa Silva: "Te amo pra sempre. Estou com você".

O ex-deputado Jean Wyllys também prestou apoio após a repercussão do caso nas redes sociais.

"Você é uma pessoa admirável! Lamento por todo horror que você passou. E te desejo muita força e saúde para seguir lidando com os danos dessa violência e da violência perpetrada pela imprensa de celebridades e as mídias sociais."