Notícias » Bizarro

Na Austrália, mãe que pagou exorcismo para filha é decapitada e esquartejada pela mesma

Após Jessica ter feito ameaças de morte a membros da família e desconhecidos, sua mãe teria pago mais de 25 mil dólares a uma médium que prometia "tirar o demônio" do corpo da jovem

Ingredi Brunato Publicado em 01/12/2020, às 14h31

Montagem com fotografia da mãe à esquerda, e a filha à direita
Montagem com fotografia da mãe à esquerda, e a filha à direita - Divulgação

Na Austrália, está ocorrendo o julgamento de Jessica Camilleri, de 27 anos, por ter decapitado e esquartejado sua mãe, Rita, com mais de 100 facadas.

A acusada chamou o serviço de emergência após o assassinato, e foi encontrada pela equipe de socorristas coberta de sangue e segurando uma garrafa de água. A cabeça da vítima foi encontrada próxima da casa de um vizinho

A mãe teria ainda gastado mais de 25 mil dólares (equivalente a 13 mil reais) a uma mulher que se identificava como uma “comunicadora espiritual”, para que ela realizasse um exorcismo em Jessica

"Acredito que ela estava desesperada por algo que pudesse ajudar", contou uma amiga da vítima no tribunal, de acordo com o site australiano News.Au.

Isso porque a filha de Rita já havia feito diversas ameaças de morte direcionadas tanto a membros da família quanto a desconhecidos pelo telefone. O serviço da comunicadora espiritual, todavia, nunca teria chego a acontecer. 

 Jessica se declarou inocente, agindo em legítima defesa contra a mãe, que segundo ela teria tentado esfaqueá-la primeiro. Seu advogado também alegou que: “Devido aos efeitos de suas condições mentais, ela tinha uma capacidade prejudicada no momento dos eventos”. A jovem é diagnosticada com Transtorno de Déficit de Atenção e dislexia.