Notícias » Nazismo

Áustria define o destino da casa onde Hitler nasceu

Formas de utilizar o edifício têm sido alvo de grandes polêmicas no país

Joseane Pereira Publicado em 21/11/2019, às 07h00

Inscrição em frente ao local de nascimento Hitler: “Pela paz, a liberdade e a democracia. Nunca mais fascismo. Milhões de mortos advertem”
Inscrição em frente ao local de nascimento Hitler: “Pela paz, a liberdade e a democracia. Nunca mais fascismo. Milhões de mortos advertem” - Getty Images

A polêmica sobre o destino da residência onde nasceu Adolf Hitler parece ter recebido um ponto final. Como anunciou o governo austríaco nesta terça (19), o edifício, que fica na fronteira entre Áustria e Alemanha, se tornará uma delegacia de polícia.

Um dos apartamentos do edifício, construído no século 17 na cidade de Braunau am Inn, foi moradia de Hitler no início da vida. Segundo Wolfgang Peschorn, ministro do interior, "O uso futuro da casa pela polícia deve enviar um sinal claro de que este prédio nunca mais evocará a memória do nacional-socialismo".

Moradia de Adolf Hitler nos primeiros anos / Crédito: Getty Images

 

O destino do local foi definido após longa disputa judicial, e o objetivo é impedir a peregrinação de grupos neonazistas. Enquanto alguns austríacos pediam que o local fosse derrubado, outros argumentavam que ele poderia ser usado para obras de caridade.

Em frente ao prédio, há a seguinte inscrição: “Pela paz, a liberdade e a democracia. Nunca mais fascismo. Milhões de mortos advertem”.