Facebook Aventuras na HistóriaTwitter Aventuras na HistóriaInstagram Aventuras na HistóriaSpotify Aventuras na História
Notícias / Estados Unidos

Autópsia aponta que homem negro foi atingido por 46 tiros por policias

Caso aconteceu em cidade de Ohio, nos Estados Unidos, em junho deste ano

Redação Publicado em 16/07/2022, às 09h28

Jayland Walker foi alvejado por 46 tiros - Divulgação/ Arquivo Pessoal
Jayland Walker foi alvejado por 46 tiros - Divulgação/ Arquivo Pessoal

Na última sexta-feira, 15, o Instituto Médico Legal do condado de Summit, em Ohio, nos Estados Unidos, divulgou o resultado da necropsia de Jayland Walker, um afro-americano de 25 anos morto a tiros por policiais em junho deste ano. 

Segundo os resultados, Walker foi atingido com 46 tiros. A polícia local informou, à época, que Jayland foi alvejado após tentar fugir de uma abordagem, ele havia sido parado por conta de uma infração de trânsito. 

Por conta das circunstâncias de sua morte, além da divulgação do vídeo com parte da intervenção policial, diversos moradores da cidade de Akron, onde o crime aconteceu, saíram às ruas para protestar contra a ação dos policiais.

A necropsia constatou que o corpo de Walker possuía 46 ferimentos de bala, segundo relatado pela AFP, o que incluía machucados por projéteis que passaram de raspão. Além disso, 15 ferimentos de saída também foram encontrados, como apontou Lisa Kohler, do Instituto Médico Legal. 

Apesar de 26 projéteis terem sido encontrados no cadáver, "não pudemos determinar qual bala o matou", disse a profissional. "Tinha vários ferimentos muito graves". O exame também não constatou que Walker havia consumido drogas ou se embriagado. 

Versão da polícia

O caso aconteceu em 27 de junho. Segundo a versão da polícia, agentes tentaram deterJayland Walker após ele cometer uma infração de trânsito, no entanto, ele atirou pela janela do carro com uma arma antes de fugir a pé. 

Uma pistola e munições foram encontradas no veículo, dizem as autoridades. Na fuga, oito policiais abriram fogo contra Walker; os agentes foram suspensos de suas funções enquanto a investigação corre.