Notícias » Crimes

URGENTE: Autópsia pode ter revelado causa da morte de Jeffrey Epstein

A morte do bilionário acusado de pedofilia foi alvo de diversas teorias da conspiração

Isabela Barreiros e Thiago Lincolins Publicado em 16/08/2019, às 19h30

None
Crédito: Reprodução

Encarcerado na prisão federal de Manhattan, em Nova York, Jeffrey Epstein foi encontrado sem vida no último sábado, 10 de agosto. Segundo o The New York Times, a  autópsia revelou que o preso se suicidou, enforcando-se em sua cela.

De acordo com as autoridades, ele amarrou um lençol no topo de um beliche, depois se ajoelhou em direção ao chão com tanta força que fez com que vários ossos em seu pescoço quebrassem. 

Epstein foi acusado de dirigir uma grande rede de pedofilia durante anos. De acordo com as acusações, o bilionário contava com a ajuda de colaboradores para atrair meninas para a sua mansão e molestá-las. Após o ato, dinheiro possivelmente era oferecido para comprar o silêncio das vítimas.

Alvo de inúmeras teorias da conspiração, até do presidente dos Estados Unidos Donald Trump — que compartilhou em um tweet a hipótese de que Bill Clinton, ex-presidente do país, seria o verdadeiro responsável pela morte do bilionário —,  o resultado da autópsia deve encerar as especulações que envolvem sua morte.