Notícias » El Salvador

Autoridades de El Salvador investigam cemitério clandestino com mais de 40 corpos

A polícia trabalha com a possibilidade de que o local servia como ponto de desova, em sua maioria para crimes contra mulheres

Penélope Coelho Publicado em 22/05/2021, às 08h21

Imagem ilustrativa de um cemitério
Imagem ilustrativa de um cemitério - Pixabay

De acordo com informações publicadas na última quinta-feira, 20, pelo jornal O Globo, autoridades de El Salvador divulgaram a descoberta de um cemitério clandestino na propriedade de um ex-policial, no município de Chalchuapa.

No local, foram encontrados mais de 40 corpos, como revelou o portal Correio do Brasil. De acordo com a reportagem, a maioria das vítimas eram mulheres. Até o momento, 24 corpos já foram recuperados.

As investigações no local começaram após a prisão do ex-policial em questão, Hugo Ernesto Osorio Chavez, que confessou ter matado a filha e a esposa. Sabe-se que hoje em dia, além de Hugo, a polícia já tem mais nove suspeitos envolvendo o caso do cemitério clandestino, desde ex-soldados até traficantes de pessoas.

De acordo com o jornal O Globo, dezenas de pessoas se reuniram do lado de fora da casa do ex-policial após a descoberta, pois acreditam que seus familiares desaparecidos possam estar enterrados ali.

Agora, o caso está sendo investigado pelas autoridades locais. A descoberta do cemitério clandestino trouxe à tona mais uma vez a questão do feminicídio em El Salvador.