Notícias » Estados Unidos

Autoridades norte-americanas emitem alerta para que cidadãos não viajem para Brasil

Para justificar a atitude, o governo dos Estados Unidos citou a pandemia de coronavírus e a violência brasileira

Penélope Coelho Publicado em 11/08/2020, às 09h00

Presidente americano Donald Trump
Presidente americano Donald Trump - Wikimedia Commons

Na última quinta-feira, 6, o Departamento de Estado dos Estados Unidos aumentou o alerta para que norte-americanos não façam viagens para o Brasil. Esse aviso já estava funcionando desde o meio de março e foi renovado agora em agosto. As informações são do portal de notícias UOL.

De acordo com a mensagem emitida, a justificativa para a extensão da medida foi a situação do Brasil em relação à pandemia de Covid-19 e a violência enfrentada no país, além de outras adversidades que o turista norte-americano pode encontrar em terras brasileiras neste momento:

"Os viajantes que forem para o Brasil podem encontrar fronteiras e aeroportos fechados, restrições de locomoção, ordens para ficar em casa, comércio fechado e outras condições de emergência no Brasil devido à covid-19", diz o alerta.

A mensagem ainda orienta o cidadão norte-americano caso ele acabe indo para o Brasil. Entre algumas recomendações estão: não resistir a um assalto, não demonstrar sinais de riqueza, não caminhar nas praias durante a noite e tomar cuidado caso use o transporte público.

Coronavírus nos EUA e Brasil

De acordo com as últimas informações divulgadas pelos órgãos de saúde, o Brasil têm 3.057.470 casos confirmados de Covid-19, com 101.857 vítimas fatais do vírus. Já nos Estados Unidos, o número de infectados já passa de 5.083.857 e as mortes somam 162.816.