Notícias » Espanha

Avaliada em R$ 140 milhões: coleção particular de animais empalhados é apreendida na Espanha

Mais de mil animais estavam em local secreto para comercialização em cidade espanhola

Alan de Oliveira | @baco.deoli Publicado em 11/04/2022, às 10h01

Animais empalhados foram achados pela Guarda Civil da Espanha
Animais empalhados foram achados pela Guarda Civil da Espanha - Reprodução/ Youtube/ Guarda Civil Espanhola

Propriedade particular com mais de mil animais empalhados, entre 400 espécies sob ameaça de extinção, foi apreendida ontem, 10, pela Guarda Civil da Espanha.

Todas as espécies estavam em dois armazéns de 50 mil metros quadrados na cidade de Baterá, pequeno território ao norte da costa de Valência, segundo informou os relatos da Guarda Civil à agência de notícias Associated Press.

Com o número exato de 1.090 animais, entre 405 espécies protegidas, havia pelo menos mais duas espécies quase extintas: o addax ou antílope branco, originalmente do deserto do Saara, e o tigre de Bengala.

A coleção chega nas cifras de  € 29 milhões de euros ou cerca de R$ 148 milhões no mercado negro, como afirma a Guarda Civil. Como resultado do episódio, o proprietário pode ser acusado de tráfico de animais e outros crimes relacionados ao meio ambiente.

Os agentes também encontraram na coleção animais como: chita, leopardo, leão, lince, urso polar, pantera da neve e rinoceronte branco, além de 198 grandes presas de marfim de elefantes. A descoberta se tornou a maior de animais taxidermizados protegidos na Espanha.